Nov 01 2013

Actor e DJ Nilton Martins sonha em participar num grande filme

Published by at 01:12 under Acting

SOURCE: http://www.wort.lu

O conhecido actor luso-descendente do Luxemburgo Nilton Martins é também famoso na “noite luxemburguesa” como DJ Nilles. Nilton pode ser visto actuamente nos cinemas, no documentário “D’Fifties” do conceituado realizador luxemburguês Andy Bausch, que estreou na quarta-feira passada nas salas escuras. Fomos encontrá-lo num serão que animou em Remich, no sábado, e falámos com o jovem sobre os seus projectos.

Nilton conta com várias participações em filmes de curta e longa metragem no Luxemburgo e em França, fez uma participação notada na primeira telenovela luxemburguesa (“Weemseesdet”, 2011/2012) e também trabalha regularmente em teatro.

Confia, no entanto, que “o teatro tem sido uma descoberta” e que a sua preferência recai, sem dúvida, na sétima arte, considerando a actividade de DJ um “hobbie fascinante”.

No sábado, o Café Am Keller em Remich vibrou ao som de DJ Nilles na festa “Birthnight” (“Noite de nascimento”), na qual o jovem festejou os seus 15 anos como disco-jóquei, surpreendendo com uma selecção musical latino-house.

Com 31 anos de idade, Nilton considera-se uma pessoa ambiciosa. “Ainda tenho muito a descobrir quer na vida privada quer na vida profissional, ainda tenho um grande percurso a fazer. Sou 70 % actor e 30 % animador musical, mas o ideal seria ser 100 % actor”, confia, acrescentando logo de seguida “não consigo ficar em casa à espera que o trabalho apareça, e ser animador musical proporciona-me contactos, ideias para escrever, para utilizar no teatro, afinal a música também é cultura”.

Nilton deu os primeiros passos como actor na área da comédia em 2001, tendo aulas no Luxemburgo, enquanto concluía os seus estudos secundários, tendo obtido o seu diploma na área de Comércio.

Mais tarde, o jovem lançou-se nos estudo superiores em teatro e cinema na Escola Internacional de Criação Audiovisual e de Realização em Paris. Durante esta formação entre 2006 e 2009, desloca-se regularmente ao Luxemburgo para escrever e encenar peças de teatro que ele próprio escreve.

Nessa época, participa na sua primeira curta-metragem profissional “Josh”, de Govinda Van Maele, filme que alcançou vários prémios na Alemanha e em França.

Para interpretar, Nilton diz preferir um estilo entre a comédia e o drama e o seu sonho é “um dia vir a conseguir um grande papel num filme”, acentuando que já desempenhou um papel muito importante na produção luxemburguesa “Trouble no More” do realizador Andy Bausch, em 2010.

Do mesmo realizador estreou na quarta-feira nos cinemas luxemburgueses, o documentário “D’Fifties” (sobre os anos 1950 no Luxemburgo), no qual podemos ver Nilton em algumas breves passagens.

Actualmente, o jovem prepara duas peças de teatro para breve. A primeira, em que participa como encenador e argumentista, estreia a 22 e 23 de Novembro e intitula-se “Mann Fra D’onendlech Geschicht” (“História infinita entre homens e mulheres”), do grupo teatral amador “Theater Raudien”, e sobe a palco no Centro Maus Kätti, em Brumerange. Trata-se de uma comédia teatral que aborda as diferenças entre homens e mulheres, em diferentes fases da vida.

Em Dezembro, Nilton é responsável pela encenação e interpretação na peça teatral “Juillet” (Julho), um ciclo de leituras teatrais, uma proposta do Théâtre du Centaure em associação com vários teatros da Grande Região, sendo o país de honra deste ano a Rússia.

A carreira de Nilton Martins pode ser seguida no seu site oficial na Internet (www.niltonmartins.com).

Comments

comments

SOURCE: http://www.wort.lu

O conhecido actor luso-descendente do Luxemburgo Nilton Martins é também famoso na “noite luxemburguesa” como DJ Nilles. Nilton pode ser visto actuamente nos cinemas, no documentário “D’Fifties” do conceituado realizador luxemburguês Andy Bausch, que estreou na quarta-feira passada nas salas escuras. Fomos encontrá-lo num serão que animou em Remich, no sábado, e falámos com o jovem sobre os seus projectos.

Nilton conta com várias participações em filmes de curta e longa metragem no Luxemburgo e em França, fez uma participação notada na primeira telenovela luxemburguesa (“Weemseesdet”, 2011/2012) e também trabalha regularmente em teatro.

Confia, no entanto, que “o teatro tem sido uma descoberta” e que a sua preferência recai, sem dúvida, na sétima arte, considerando a actividade de DJ um “hobbie fascinante”.

No sábado, o Café Am Keller em Remich vibrou ao som de DJ Nilles na festa “Birthnight” (“Noite de nascimento”), na qual o jovem festejou os seus 15 anos como disco-jóquei, surpreendendo com uma selecção musical latino-house.

Com 31 anos de idade, Nilton considera-se uma pessoa ambiciosa. “Ainda tenho muito a descobrir quer na vida privada quer na vida profissional, ainda tenho um grande percurso a fazer. Sou 70 % actor e 30 % animador musical, mas o ideal seria ser 100 % actor”, confia, acrescentando logo de seguida “não consigo ficar em casa à espera que o trabalho apareça, e ser animador musical proporciona-me contactos, ideias para escrever, para utilizar no teatro, afinal a música também é cultura”.

Nilton deu os primeiros passos como actor na área da comédia em 2001, tendo aulas no Luxemburgo, enquanto concluía os seus estudos secundários, tendo obtido o seu diploma na área de Comércio.

Mais tarde, o jovem lançou-se nos estudo superiores em teatro e cinema na Escola Internacional de Criação Audiovisual e de Realização em Paris. Durante esta formação entre 2006 e 2009, desloca-se regularmente ao Luxemburgo para escrever e encenar peças de teatro que ele próprio escreve.

Nessa época, participa na sua primeira curta-metragem profissional “Josh”, de Govinda Van Maele, filme que alcançou vários prémios na Alemanha e em França.

Para interpretar, Nilton diz preferir um estilo entre a comédia e o drama e o seu sonho é “um dia vir a conseguir um grande papel num filme”, acentuando que já desempenhou um papel muito importante na produção luxemburguesa “Trouble no More” do realizador Andy Bausch, em 2010.

Do mesmo realizador estreou na quarta-feira nos cinemas luxemburgueses, o documentário “D’Fifties” (sobre os anos 1950 no Luxemburgo), no qual podemos ver Nilton em algumas breves passagens.

Actualmente, o jovem prepara duas peças de teatro para breve. A primeira, em que participa como encenador e argumentista, estreia a 22 e 23 de Novembro e intitula-se “Mann Fra D’onendlech Geschicht” (“História infinita entre homens e mulheres”), do grupo teatral amador “Theater Raudien”, e sobe a palco no Centro Maus Kätti, em Brumerange. Trata-se de uma comédia teatral que aborda as diferenças entre homens e mulheres, em diferentes fases da vida.

Em Dezembro, Nilton é responsável pela encenação e interpretação na peça teatral “Juillet” (Julho), um ciclo de leituras teatrais, uma proposta do Théâtre du Centaure em associação com vários teatros da Grande Região, sendo o país de honra deste ano a Rússia.

A carreira de Nilton Martins pode ser seguida no seu site oficial na Internet (www.niltonmartins.com).

Comments

comments

No responses yet

Comments are closed at this time.

Trackback URI |